Como Funciona uma Impressora 3D? Saiba Tudo Sobre

Escrito por | Atualizado em

A modernização tem ocorrido em diferentes setores do mercado, e isso vale também para as impressões que passaram a ser realizadas por meio de impressoras 3D.

Elas chegaram com tudo, prometendo modificar de uma vez por todas a forma como as coisas são fabricadas.

Esses modelos utilizam um tipo de tecnologia conhecido como Fused Deposition Modeling (FDM) (modelagem por fusão e depósito), ou “técnica da fabricação aditiva”.

Basicamente ela funciona por meio da sobreposição de várias camadas, moldando assim o objeto que se pretende fabricar.

Após o surgimento desse nicho de mercado começaram a surgir muitos métodos distintos de impressão 3D, cada um deles trabalhando de forma diferente.

Atualmente existem opções mais comuns como as que utilizam ligas plásticas, mas também algumas incrivelmente tecnológicas, como as que usam tecidos humanos para a fabricação de objetos.

Inclusive hoje as impressões 3D estão sendo usadas por pessoas que desejam empreender por ser um mercado que tem tudo para crescer nos próximos anos.

Então, se você adora novas tecnologias ou quer saber mais sobre como funciona uma impressora 3D para empreender, continue a leitura desse artigo.

A Origem da Impressora 3D

Se você pensava que a impressora 3D era uma invenção do século XXI, estava enganado. Na verdade o primeiro dispositivo surgiu no ano de 1984 e foi inventado pelo estadunidense Charles Hull.

Alguns anos após a sua invenção ele fundou a empresa 3D Systems Corp. e fez o registro da patente de sua criação.

A partir de então ele passou a comercializar essa tecnologia produzida por ele, obtendo tanto sucesso que até os dias de hoje essa é uma das líderes de mercado.

Se por um lado alguns anos atrás do preço desses equipamentos era exorbitante, atualmente os avanços tecnológicos possibilitaram a redução desses valores.

Para se ter uma ideia, na década de 1990 se você quisesse um equipamento desse tipo, teria que gastar pelo menos um milhão de dólares. Atualmente os modelos mais básicos podem ser adquiridos por apenas mil dólares.

Como é o Funcionamento da Impressora 3D

Basicamente, a impressão 3D funciona através de sobreposição de camadas, onde os objetos são impressões por camadas, até que tome a forma desejada.

Para que se possa criar um objeto a ser impresso em 3D, é preciso antes que ele seja desenvolvido em um software especifico pelo computador.

Logo após criado o modelo é preciso definir as dimensões da imagem, e em seguida inseri-lo no software da impressora 3D.

Então, o software irá realizar a compilação de todos os dados fornecidos e sistematizar em diversas camadas para por fim dar inicio a impressão. Neste momento, o bico injetor de matéria irá aquecer e sugar o fio de plástico da bobina, assim, na medida em que o material derrete, o mesmo é depositado em uma base, que realiza movimentos em dois eixos que irão criar as respectivas camadas, uma a uma, até que o objeto fique pronto.

Comumente, os materiais mais utilizados nas impressoras 3D são o PLA, que se trata de um polímero biodegradável, composto de ácido láctio fermentado a partir de culturas, e o ABS, que possui característica rígida e leve, dispondo de um ótimo desempenho de resistência e flexibilidade.

Importante salientar que estes não são os únicos materiais utilizados, mas sim os mais comuns.

Além disso, existem ainda as impressoras 3D por fusão a laser, onde os materiais utilizados comumente são o metal e o plástico. Desse modo, diferente das impressoras de fusão mencionadas acima, em que o material é fornecido por filamentos plásticos, neste impressora a laser o material é em pó, que após ser bombardeado por um laser de alta potencia, entra em um ponto de fusão a que sejam formadas camadas.

Dessa forma, para que um objeto seja impresso em 3D, é necessário que possua um projeto feito em software especifico de edição 3D devidamente instalado em seu computador. Diversas empresas que atuam na fabricação dessas impressoras, fornecem aplicativos para auxilio do uso da tecnologia.

Também há diversos cursos disponíveis na internet, que lhe ensinam como criar projetos 3D, alias muitos desses cursos são gratuitos.

O que é Possível Imprimir com Essa Tecnologia?

Constantemente a tecnologia vem crescendo dia a dia, e em um futuro bem próximo, será permitido imprimir quase tudo em uma impressora 3D. Alias, uma das coisas mais inusitadas já criadas por um equipamento desses, foram armas de fogo, que funcionaram perfeitamente.

Além disso, segundo abordagem de um professor de engenharia da Universidade da Califórnia, em um futuro próximo, será possível imprimir casas completas com uma impressora 3D gigante em um período de 24 horas de maneira sustentável sem desperdício de materiais.

Você já imaginou que seria possível a substituição de órgãos humanos por modelos artificiais impressos em laboratórios? Saiba que tal possibilidade já é realidade, embora ainda esteja em testes para ser colocada em prática, já foi possível desenvolver vasos sanguíneos a partir de açúcar, além de um rim perfeitamente funcional.

As impressoras 3D também possuem o propósito de desenvolver próteses e exoesqueletos para pacientes que possuam deficiência motora, e uma das maiores vantagens neste caso é a substituição rápida das partes, caso venha a ser danificada.

Mas vale ressaltar que esses equipamentos podem ser ainda bem mais versáteis do que isso. Enquanto algumas pessoas pensam apenas em imprimir personagens famosos, grandes chefs buscam alternativas para a impressão de alimentos.

Por outro lado há grandes empresas em busca de tecnologias que permitam que seja feita a impressão de roupas customizadas na hora.

Como você pode perceber, quando se fala em impressão 3D as possibilidades são infinitas e existe ainda um grande mercado potencial a se explorar.

Criação de Protótipos e Fabricação Rápida

Desde o final da década de 1970 diversas empresas começaram a usar as impressoras 3D na criação de protótipos de maneira extremamente rápida, bem como a fabricação dos produtos.

Esse processo de prototipagem e fabricação são vantajosos por ser extremamente rápido e também relativamente barato quando comparado a outras formas.

Com essa possibilidade, é possível ter uma ideia e colocar ela em prática em questão de dias, não sendo mais necessário aguardar semanas a fio para ter o produto desejado em mãos.

Atualmente a impressora 3D vem sendo muito utilizada para fazer a fabricação dos produtos de maneira rápida.

Isso pode ser extremamente útil em situações em que a quantidade de produtos a serem fabricados é pequena.

Como Será a Impressão 3D no Futuro?

Apesar de a utilização da impressão 3D ainda ser bem discreta, há indícios de que ela provocará em um futuro bem próximo também a revolução na indústria e transformação definitiva na economia mundial.

Aqui você pode estar pensando que a impressora 3D vá acabar com as fábricas visto que será possível construir qualquer coisa em sua própria casa.

Mas a verdade é que existe uma grande limitação nos modelos mais básicos esse produto e o que é possível fazer usando-se um simples tubo de plástico.

É necessário ter uma quantidade de dados e materiais bem grande para que seja possível fabricar produtos mais elaborados, de alto valor agregado.

Por isso provavelmente haverá um ganho econômico bem grande quando a impressora 3D passar a ser utilizada em grandes empresas como a principal forma de se fazer a transformação de produtos.

Inicialmente essa tecnologia será utilizada sobretudo para possibilitar a personalização de produtos já existentes de modo que será possível oferecer mais serviços “sob medida”, adequados às demandas dos clientes.

Além disso a impressora 3D possui tecnologia robótica e por isso possibilitará que ocorra a redução dos custos de fabricação.

Com isso será mais vantajoso usar esse tipo de tecnologia para fabricar produtos que atualmente são feitos por mão de obra exploratória em países mais pobres.

Ademais vale ressaltar ainda que esse tipo de tecnologia possui grande potencial de aumentar a produtividade, trazendo ganhos significativos tanto para os fabricantes quanto para os consumidores e a economia de maneira geral.

Aprenda a Imprimir em 3D

Se você adora novas tecnologias e costuma tentar descobrir como as coisas funcionam e são feitas, é possível que você esteja se perguntando como é que se faz uma impressão 3D.

A boa notícia é que o processo não é nada complicado e por isso é possível que você consiga fazer sozinho.

O Caminho Autodidata

Primeiramente ao pensar em aprender como usar uma impressora 3D você precisa pensar se você realmente está disposto em aprender.

Isso porque será necessário que se dedique visto que não existem ainda muitos cursos práticos voltados a isso.

Mas se você for curioso, estiver disposto a buscar informações sozinho e tiver certa afinidade com a tecnologia, é possível que investir em uma impressora 3D seja um bom negócio para você.

Adquira a Impressora 3D que Mais se Adequá aos Seus Objetivos

Atualmente o mercado voltado para a impressora 3D tem crescido consideravelmente e por isso se você estiver pensando em investir em um equipamento desse tipo, deverá pesquisar entre as diversas opções disponíveis.

Primeiramente você precisa definir o que vai querer imprimir e, a partir disso consiga escolher um modelo que faça a impressão com o material desejado (resina ou filamentos, por exemplo).

Qual o Valor Desse Investimento?

Como você já sabe, nos últimos anos tem ocorrido um intenso crescimento do mercado de impressoras 3D, e inclusive já existem fábricas do produto no Brasil.

Sendo assim dependendo das suas necessidades você pode optar por investir em um modelo nacional ou internacional.

Mas vale ressaltar aqui que nesse período o real está bastante desvalorizado e o valor do dólar está nas alturas (2020).

Visto isso pode ser que seja bem mais vantajoso comprar um bom modelo no Brasil do que recorrer às concorrentes fabricadas no exterior.

Em algumas lojas nacionais existem diversos modelos disponíveis, que variam desde R$2.300,00 até R$19.599,00.

A fabricantes de brinquedos Mattel anunciou que em breve passará a comercializar a sua impressora 3D pelo valor aproximado de 300 dólares, o equivalente a 1500 reais.

Curiosidades

Além de estar em crescente desenvolvimento no mercado, a impressora 3D tem algumas curiosidades bastante interessantes. Veja a seguir algumas delas:

  • No ano de 2011 foi criado o primeiro carro feito usando uma impressora 3D, o Urbee. Mas apenas a carroceria dele foi feita usando a tecnologia em questão;
  • Em 2007 um italiano ousado, Enrico Dini, inventou uma impressora 3D gigante que utiliza areia e cola especial para fazer a construção de casas. Apesar de ser bastante demorado ainda, a ideia é promissora;
  • Você já imaginou poder imprimir seus alimentos favoritos toda vez que estiver com fome? O designer brasileiro Marcelo Coelho e o engenheiro israelense Amit Zoran desenvolveram juntos uma impressora 3D de alimentos. Nela um braço robótico é usado para preparar as misturas;
  • As roupas e sapatos também foram alvo da impressora 3D. No ano de 2011 foram feitos vestidos 3D da holandesa Iris van Herpen. E eles foram parar entre as 50 melhores invenções do mundo de acordo com a revista Time;
  • Bikinis impressos em náilon também já foram produzidos por meio de uma impressora 3D;
  • Você imagina como vacinas podem ser impressas usando esse tipo de tecnologia? Você poderia imprimir a sua dose usando o computador da sua casa. Já pensou? Apesar de parecer bem interessante, é preciso que grandes avanços ocorram para que se chegue a esse ponto;

Como você pode perceber nesse artigo sobre como funciona uma impressora 3D e a sua utilidade no nosso planeta, é possível perceber que recentemente tem ocorrido grandes avanços no que diz respeito a essa tecnologia.

Inclusive tem-se a impressão de que as possibilidades são infinitas e não existem limites para o que esse tipo de equipamento pode produzir.

Nesse sentido é previsto que em breve ocorra uma grande mudança na maneira como as coisas serão fabricadas e assim, haverá uma revolução na indústria e grande modificação na economia mundial.

Mas no que diz respeito ao uso dessa tecnologia no presente, existem muitas fabricas usando esses equipamentos para personalizar os produtos para seus clientes.

Ademais novos empreendedores tem visto essa tecnologia como possibilidade de ganhar dinheiro até mesmo em meio a crises e redução no número de postos de trabalho no mundo. E aí, o que você pensa sobre a impressora 3D? Você investiria em um equipamento desse tipo para vender peças impressas?

Sobre o Autor: Elemar Berwanger

Formado em Administração com vários anos de experiencia na área de implantação de sistemas. Co-fundador do Geek360 e Redator Chefe, apaixonado pela tecnologia e buscando sempre ajudar os outros.

Deixe um comentário