Melhores Placas de Vídeo para Mineração

Bitcoins e criptomoedas estão fazendo o maior sucesso ultimamente e, as melhores placas de vídeo para mineração podem te ajudar a mexer com elas mais facilmente.

Até algum tempo atrás a mineração era algo bastante limitado a pessoas que entendiam muito do assunto.

Mas com o crescente acesso às novas tecnologias, o setor vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil e em todo o mundo.

Para entender mais sobre as criptomoedas e descobrir como as melhores placas de vídeo para mineração funcionam, continue lendo esse texto que está cheio de informações importantes.

Melhores Placas de Vídeo para Minerar Bitcoin e Ethereum

Placas de Vídeo p/ Mineração Top de Linha
GeForce RTX 4090GeForce RTX 4090A Melhor do MercadoR$ 24.446,07 na Amazon
AMD Radeon RX 6900 XTAMD Radeon RX 6900 XTA Mais Potente da AMD para MinerarR$ 5.600,00 na Amazon
GeForce RTX 3090 TiGeForce RTX 3090 TiPara Quem não Precisa da Melhor, Essa Aqui Dá ContaVerificar disponibilidade
Placas de Vídeo para Mineração Custo-Benefício
GeForce RTX 3070 TiGeForce RTX 3070 TiPlaca Intermediária com Bom DesempenhoR$ 3.966,29 na Amazon
GeForce RTX 3060GeForce RTX 3060Melhor Placa em Custo BenefícioR$ 2.639,00 na Amazon
GeForce RTX 2060GeForce RTX 2060Pra Quem Não Quer Investir TantoR$ 1.702,79 na Amazon

O que são as placas de vídeo para mineração?

GPU nada mais é que a unidade de processamento gráfico, primordial para quem executa tarefas de renderização mais complexas.

Geralmente esse hardware é necessário para pessoas que produzem vídeos e, também para quem consome jogos mais pesados e modernos.

Mas, desde que as criptomoedas se tornaram mais populares em 2017, esse item se tornou importante também para a mineração.

Nessa época, o mercado passou por um período de falta de produtos. As maiores fabricantes, NVIDIA e AMD tiveram que acelerar a produção. Com isso essas empresas dispararam.

O que é Mineração de Criptomoedas?

Para poder conhecer e comprar uma entre as melhores placas de vídeo para mineração, você precisa saber o que é a mineração de criptomoedas.

A mineração é uma maneira complexa e segura de se verificar cada transação que é realizada pela internet.

Isso porque a segurança consiste na identificação de uma sequência de caracteres. E isso deve ser realizado pela máquina que for usada na operação. Essa sequência é chamada também de hash.

Isso pode ser realizado a partir de muitos sistemas de computadores distintos. O modo mais simples possível é através de uma CPU.

As unidades de processamento centrais já foram muito usadas na mineração e, era possível obter êxito. No entanto, com os avanços tecnológicos elas já não são mais tão eficientes.

Diante da demanda crescente por equipamentos mais eficientes, a GPU passou a ser usada com essa finalidade.

Esse equipamento consegue realizar um número muito superior de tentativas, o que possibilita encontrar o hash mais facilmente.

Sendo assim, as melhores placas de vídeo possuem taxas de hash bem mais elevadas.

Por que usar a GPU para minerar?

As melhores placas de vídeo para mineração possuem alta capacidade de processamento gráfico.

Isso é necessário porque para a mineração é necessário um elevado poder computacional, que permita que uma enorme quantidade de informações seja processada simultaneamente.

Com isso, o equipamento utilizado para essa finalidade deve ter uma placa-mãe eficiente, um processador muito rápido, boa memória e, por fim, uma excelente placa de vídeo.

A Unidade de Processamento Gráfico (GPU) é o processador gráfico da placa de vídeo, responsável pela manutenção do elevado grau de eficiência durante o processo de mineração.

Quando se utiliza uma placa de vídeo de qualidade elevada, as chances de ocorrerem superaquecimentos na máquina são bem menores.

É claro que para os experts nessa área, usar uma GPU só não é suficiente. Mas para quem está no início, ela é bem eficiente.

Então, se você pretende entrar para esse universo das criptomoedas, vai precisar de uma entre as melhores placas de vídeo para mineração.

Coisas a considerar ao escolher uma placa de vídeo para mineração

Se você está decidido a escolher uma boa placa de vídeo, precisa conhecer as principais características a serem observadas para a escolha delas.

Mesmo que você não seja um expert no assunto, conseguirá fazer uma boa compra considerando os fatores a seguir:

Preço

Se você quer entrar para o ramo de mineração de criptomoedas, já deve ter percebido que isso exige um investimento alto.

Então, o primeiro passo para começar a procurar o produto ideal, é definir o quanto você está disposto a gastar com a compra.

Consumo de energia

A mineração exige muito do PC e, isso faz com que o consumo de energia de maneira geral seja altíssimo.

O consumo energético elevado também tem relação com a geração de calor pelos componentes.

Então, se você quer evitar o gasto energético elevado e o superaquecimento, procure por placas mais eficientes. Ou seja, que tenham excelente desempenho mesmo com uma potência mais baixa.

De qualquer forma, invista em um produto eficiente, capaz de te proporcionar uma taxa de hash elevada.

Taxa de Hash

Como já foi dito, a taxa de hash é a velocidade com que a máquina consegue processar os dados, ou seja, é a taxa de mineração em si.

O algoritmo que a moeda utiliza influencia diretamente na taxa, mas a qualidade da GPU também é algo essencial.

Procure por placas que possam ser usadas com algoritmos diferentes, pois isso aumenta a versatilidade dela. Dessa forma você pode mudar de mineradora quando quiser.

Garantia

Operar criptomoedas é algo que exige muito da máquina, assim como acontece com games pesados ou outras tarefas de alto desempenho.

Além disso, a placa de vídeo precisa funcionar com carga constante durante o período que você precisar dela.

Isso faz com que ela se desgaste mais rapidamente. Além disso, considere que o investimento é alto. Por isso, o melhor é optar por produtos que tenham garantia elevada, de pelo menos dois anos.

Capacidade de Overclock

Overlock, nada mais é do que a possibilidade de elevar a capacidade de um hardware de forma manual, conforme a necessidade.

Isso significa que diversos modelos de GPU permitem um ajuste manual para desempenho ainda mais elevado do que o descrito nas especificações.

Isso garante uma eficiência bem maior, mas ao mesmo tempo, fornece uma quantidade bem mais elevada de resíduos.

AMD ou Nvidia, qual delas escolher?

Ambas são excelentes fabricantes de placas de vídeo. Tem gente que diz que os produtos NVIDIA são mais adequados para quem está entrando para o mundo da mineração.

Isso porque a configuração delas é, em geral, mais simples. Ademais, o consumo de energia é menor, o que reduz a necessidade de ventilação tão eficiente.

Por fim, vale considerar que essas placas são mais versáteis, visto que funcionam com mais algoritmos de mineração.

Em contrapartida, as placas AMD são mais econômicas, sem perder a eficiência. No caso de operações com moedas como Ethash como Ethereum e Ethereum Classic.

Conheça as melhores placas de vídeo para mineração

Placas de mineração são essenciais para as pessoas que desejam operar criptomoedas de vários tipos.

A escolha não é tão simples visto que elas possuem características técnicas bem específicas. Então, se você não sabe qual comprar, veja a seguir uma lista com as melhores placas de vídeo para mineração, que você pode comprar sem medo.

Placas de Mineração com Desempenho Premium

Se você quer investir mais em placas de vídeo para mineração de qualidade elevada, veja quais são os melhores itens para a sua máquina.

em resistência à poeira, o que proporciona uma vida útil bem mais longa em relação a outros produtos semelhantes.

Placas de Vídeo p/ Mineração Top de Linha

1. GeForce RTX 4090

A Melhor do Mercado

PLACA DE VIDEO MSI GEFORCE RTX 4090 GAMING TRIO 24G GDDR6X – 912-V510-014
  • Memória: 24 GB DDR6X
  • Clock: 2.520 MHz
  • Fonte recomendada: 850 W
  • CUDA Cores: 16.384

Para começar, entre as melhores placas de vídeo para mineração, esta se destaca por seu desempenho e tecnologias aprimoradas.

Ela tem eficiência elevada e gráficos com inteligência artificial. Com ela, você minera, curte jogos pesados e eleva sua produtividade. 

Segundo o fabricante, ela tem até 2x mais desempenho que sua antecessora, devido aos novos multiprocessadores.

Assim como, oferece gráficos realistas e imersivos, com Ray Tracing dedicado. Um recurso que simula o comportamento da luz no mundo real, oferecendo cores detalhadas.

Ela ainda tem baixa latência, devido à tecnologia NVIDIA Reflex, que otimiza e mensura a latência do sistema. 

Além disso, é ideal para live streaming por ter o NVIDIA Encoder. E chama atenção pela aplicação NVIDIA Broadcast, para voz e vídeos aprimorados com inteligência artificial.

Sem falar no NVIDIA Studio para criadores de conteúdo e criativos, uma plataforma que melhora o desempenho e confiabilidade.

Também tem o GeForce Experience, um espaço para capturar e compartilhar vídeos, capturas de tela e transmissões ao vivo. Ele ainda otimiza configurações para games e mantém os drivers atualizados.

Por ter o NVIDIA G-Sync, ela é compatível com vídeos e jogos até 8K HDR e experiências de realidade virtual.

Quanto às conexões, ela tem HDMI (2x), DisplayPort (3x) e suporta até 4 monitores simultâneos.

2. AMD Radeon RX 6900 XT

A Mais Potente da AMD para Minerar

A AMD Radeon RX 6900 XT também é ideal para quem busca performance elevada e realiza ações mais pesadas, como as exigidas pela mineração.

Ela oferece jogabilidade aprimorada em jogos em 4K, chegando a 76 fps em games com essa qualidade.

A peça também atende bem os criadores de conteúdo, pois atende até os apps e softwares profissionais mais pesados. 

De acordo com o fabricante, ela é até 90% mais rápida que as concorrentes diretas no Adobe Premiere Pro, e 80% no Blender Cycles.

Saiba ainda que ela é compatível com o AMD FreeSync. Ou seja, oferece quadros rápidos, com atualização aprimorada, evitando lags e falhas nas imagens.

O produto ainda possui o AMD Link, uma espécie de nuvem pessoal de jogos para se conectar com outros gamers e acompanhar seu desempenho. 

Assim como, tem o AMD FidelityFX Super Resolution​ (FSR) que impulsiona as taxas de quadros e melhora ainda mais a resolução e desempenho. 

Ainda conta com o AMD Software Adrenalin Edition para acessar recursos de software mais recentes, ver estatísticas de jogo e relatórios de desempenho, por exemplo. 

Por esse software você também pode atualizar drivers e fazer configurações diversas, bastando usar o atalho ALT+R.

3. GeForce RTX 3090 Ti

Para Quem não Precisa da Melhor, Essa Aqui Dá Conta

Outra opção das melhores placas de vídeo para mineração é esta, com diversos recursos e tecnologias. 

Um de seus destaques é o sistema de resfriamento TRI Frozr 2, que equilibra a temperatura e oferece funcionamento silencioso dos ventiladores. 

Assim, ela pode funcionar por horas, em atividades pesadas, sem sofrer com superaquecimento. 

Outro diferencial é exclusivo MSI Center, um espaço para monitorar o desempenho, configurar e otimizar tudo em tempo real. 

Além disso, ela oferece diversas conexões, como HDMI, 3x DisplayPort e compatibilidade para até 4 monitores simultâneos. 

Ela tem desempenho de classe TITAN, com tecnologia Ampere, Ray Tracing e inteligência artificial para melhorar seu desempenho, cores e gráficos. 

Como outros modelos da marca, este também oferece as tecnologias RT e Tensor. Assim como, possui o NVIDIA Reflex, Encoder, Broadcast e Studio, que você já conheceu. 

Vale salientar ainda que, embora seja mais acessível, ela é compatível com gráficos até 8K HDR, tem baixa latência (NVIDIA G-Sync) e possui drivers Game Ready.

Ela tem também o NVIDIA Omniverse, para renderizações complexas, conexão fluida para trabalhar e acelerar workflows.

Além de unificar aplicações e melhorar a rapidez gráfica, auxiliando na produtividade e criatividade. Ou seja, tem tudo para você minerar com ainda mais possibilidades de lucros.

Placas de Vídeo para Mineração Custo-Benefício

4. GeForce RTX 3070 Ti

Placa Intermediária com Bom Desempenho

Galax Placa de Vídeo – GeForce RTX 3070 Ti, 1-Click OC, 8GB GDDR6X, 37ISM6MD4COC
  • Memória: 8 GB ‎DDR6X
  • Clock: 1.770 MHz
  • Fonte recomendada: 750 W
  • CUDA Cores: 6.144

Seguindo a linha placa de vídeo para mineração mais acessível e com bom desempenho, esta também possui o NVIDIA Studio e o Omniverse para melhorar seu fluxo de trabalho e criatividade.

Assim como, conta com um sistema de resfriamento robusto, que evita o superaquecimento no uso prolongado. 

Da mesma maneira, ela oferece boas opções de conexão, como HDMI e 3x DisplayPort, podendo ser conectada a até 4 monitores simultâneos. 

Entre seus diferenciais pode-se destacar a capacidade de usar gráficos aprimorados para live e streaming. Afinal, ela oferece qualidade de imagem superior a outros modelos concorrentes. 

Para isso, oferece otimizações exclusivas e possui o NVIDIA Broadcast, elevando a qualidade de lives, voz, vídeo e videochamadas. 

Inclusive, com efeitos e melhorias de inteligência artificial, fundos virtuais, redução de ruído e muito mais.

Similar a outras opções da marca, ela segue tendo Ray Tracing, Tensor, NVIDIA Ampere e tecnologias como NVIDIA Reflex, Encoder e Studio. 

Para os gamers, vale ressaltar a presença do driver Game Ready, que prevê atualizações que aprimoram o desempenho, e o NVIDIA G-Sync, para reduzir a latência.

5. GeForce RTX 3060

Melhor Placa em Custo Benefício

GPU NV RTX3060 12GB 1-CLICK OC GDDR6 192BITS Galax 36NOL7MD1VOC
  • Memória: 8 GB ‎DDR6
  • Clock: 1.670 MHz
  • Fonte recomendada: 600 W
  • CUDA Cores: 4.864

Tecnologias e recursos também não faltam nesta placa de vídeo para mineração mais em conta. Com ela, os games mais atuais vão rodar facilmente e você poderá ter bons lucros.

Ela é uma das mais faladas nesse setor, justamente por ter um bom desempenho, associado a um custo mais acessível. 

O equipamento possui diferenciais da NVIDIA como tecnologia Ampere, Ray Tracing e Tensor, além de multiprocessadores streaming e memória de alta velocidade.

O NVIDIA G-Sync reduz a latência e oferece menor tempo de resposta. Enquanto os drivers Game Ready dão desempenho e confiabilidade máximos. 

Assim como, otimizam configurações de maneira rápida e são atualizados com ajustes finos para seguir os games mais atuais. 

Para melhorar a produtividade e criatividade, ela conta com tecnologias que você já conheceu, como o NVIDIA Studio, Reflex, Encoder e Broadcast.

Por seguir tendo esses diferenciais da marca, ela atende bem a maioria dos usuários de mineração e é potente para games, trabalho e criadores de conteúdo. 

Então, é multifuncional e atende a maioria dos usuários. Saiba que ela tem suporte para PCI-E 4.0, Windows 10 de 64 bits e Linux de 64 bits.

6. GeForce RTX 2060

Pra Quem Não Quer Investir Tanto

PLACA DE VIDEO NVIDIA GEFORCE RTX 2060 GDDR6 6GB 192 DUAL FAN – FULL SIZE- GRAFFITI SERIES – PA2060RTX6GDF – PCYES
  • Memória: 6 GB ‎DDR6
  • Clock: 1.750 MHz
  • Fonte recomendada: 550 W
  • CUDA Cores: 1.920

Entre as melhores placas de vídeo para mineração mais baratas, esta também é uma opção que atende bem quem está começando.

Ela também possui Ray Tracing e tecnologias de inteligência artificial que aprimoram seu desempenho e resposta.

O modelo é, em média, 60% mais rápido que sua versão anterior, com configuração máxima acima de 60 FPS e resolução de 1920×1080.

Isso é possível também pela presença de um sistema de resfriamento aprimorado, comparado a outras versões. 

Este produto tem dois headpipes de 6 mm de cobre, evitando o superaquecimento e melhorando a troca térmica. Além disso, conta com coolers duplos com vida útil que pode chegar a 100 mil horas. 

Outro ponto que chama atenção é que ela já é compatível com NVIDIA G-Sync, reduzindo a latência.

Assim como, conta com o NVIDIA Turing, com sombreamento programável, e NVIDIA Ansel, modo de câmera para screenshot e compartilhamento. 

Inclusive, o Ansel faz fotografias de alta resolução, em 360º do cenário, com HDR e Stereo.

FAQ

Quais as melhores marcas de placas de vídeo para mineração?

As melhores marcas de placas de vídeo para mineração são a GeForce e a AMD. Ambas oferecem opções para diferentes necessidades.

Assim como, têm produtos com tecnologias aprimoradas, alta resistência e desempenho e com valores adequados para cada bolso. 

O que é uma placa de mineração?

Uma placa de mineração é uma placa de vídeo que tem um processamento gráfico potente para aguentar o processo de mineração, que é pesado.

Ela deve ter construção robusta e boas tecnologias que garantam sua resistência, eficiência energética e durabilidade.

Qual a melhor placa para mineração hoje?

A melhor placa para mineração hoje é a GeForce RTX 4090. Ela tem alta velocidade, memória RAM e diversas opções de conexões. 

Além disso, ela conta com diversas tecnologias que aumentam a sua segurança, proteção e resistência.

Quanto rende 1 placa de vídeo minerando?

Saber quanto rende 1 placa de vídeo minerando requer entender que isso dependerá do modelo da placa de mineração e do seu desempenho. 

É possível, por exemplo, garantir até R$ 18 por dia com apenas uma placa minerando, considerando o modelo GeForce RTX 3080 Ti.

Quanto uma RTX 3060 minera por mês?

O que uma RTX 3060 minera por mês pode variar. Considerando o desempenho médio da placa de vídeo, chega-se ao valor de US$ 0,22 ao dia. 

Esse valor é apenas uma estimativa e refere-se a somente uma placa minerando sozinha. 

Conclusão

Se você quer entrar para o universo da mineração de criptomoedas, precisa de uma máquina que te auxilie a fazer isso de maneira adequada.

Do mesmo modo, para o processamento de grande volume de dados, você precisa de uma uma GPU de altíssimo desempenho.

Nem sempre a escolha é simples, mas agora que você já sabe quais são as melhores placas de vídeo para mineração, chegou a hora de escolher a que melhor atende às suas necessidades.

Dica: Gostou da nossas sugestões de placas de vídeo para mineração? Então não deixe de conferir também as Melhores Placas de Vídeo.

Tiago Dantas de Medeiros
Redator especialista
Especialista em:
Itens de escritório
Acessórios
Gadgets
Formação acadêmica:
Engenheiro de Produção pela UNIVESP
Redator especializado em tecnologia, lazer e jogos, com formação em Engenharia de Produção pela UNIVESP e Administração pela UNIP. Certificado como Lean Six Sigma Black Belt, ele tem experiência em consultoria e gerenciamento de projetos. Tiago adota uma abordagem centrada no leitor, comprometendo-se com a qualidade e autenticidade do conteúdo. Além de escrever, ele é ativo em consultoria e treinamento de equipes, e tem uma variedade de hobbies que vão desde jogos a música e arte. Ele aspira a continuar impactando a indústria da tecnologia e jogos.

8 comentários em “Melhores Placas de Vídeo para Mineração”

  1. Muito interessante o artigo.
    Apenas uma sugestão: Padronizar as especificações para permitir uma comparação rápida entre elas. Algumas tem descrição de capacidade em Gb, Ghz e TH, outras não.

    Responder
    • Olá Marcelo!
      Agradeço tanto o seu comentário aqui no artigo quanto a sua sugestão, que certamente vai ser útil e vai contribuir com a qualidade do post.
      Já vou encaminhar aqui para a produção padronizar as especificações deste artigo, facilita bastante o comparativo, obrigado pela dica.
      Abraço!

      Responder
  2. nao acho que seram tao aproveitados assim, pois uma 1050TI minera 60 reais por mes, ai te pergunto vai valer a pena ? quantos voce vai gastar de luz ? agora uma 550 nem se fala neh 0.00005901 BTC 20.65 BRL piorou e muito 20 reais por mes

    Responder
    • Olá Koros!
      Agradeço tanto o seu comentário aqui no artigo quanto o seu feedback, que certamente vai ser útil e vai contribuir com a qualidade do post.
      Realmente é como enfatizamos no post, é de suma importância levar em conta o consumo de energia na hora de escolher a sua placa de vídeo para minerar.
      Abraço!

      Responder
  3. Tiago,

    Muito Bom Artigo sobre Mineração !

    Sugiro que Faça um Artigo sobre o restante do Sistema de Mineração de Criptomoedas, como: Placas Mãe, Memoria, Fonte e acessórios, na mesma forma que foi feito este artigo: Top, Mediano e Mais em conta.

    Fico no aguardo.

    Abs,

    Cesar

    Responder
    • Olá Cesar!
      Agradeço o seu comentário e a sugestão também, que já foi anotada por aqui e em breve começaremos a produzir mais artigos com essa temática.
      Abraço!

      Responder
  4. Parabéns pelo artigo Tiago. Sou leigo no assunto mas seus esclarecimentos serão muito bem aproveitados. Obrigado!

    Responder
Deixe um comentário