Sinal 5G: Saiba Quando essa Tecnologia vai Chegar ao Brasil

Escrito por | Atualizado em

Você já parou para pensar que, há dez anos, mal existia internet nos celulares no Brasil? Os celulares serviam apenas para fazer ligações, enviar SMS e jogar (no aparelho mesmo, sem jogos online). O sinal 3G ainda era para poucos: a maioria das pessoas precisava chegar em casa e ligar o computador para entrar na internet fixa.

Se em dez anos tanta coisa mudou, o que pode mudar nos próximos dez? A resposta está no sinal 5G, que já existe em algumas poucas regiões do mundo e deve chegar ao Brasil em breve. Nesse artigo, a gente explica tudo que você precisa saber para se preparar para essa nova tecnologia.

O que é o sinal 5G? Qual a diferença dele para o 4G ou 4.5G?

Cada número antes do G representa uma nova geração da tecnologia e a cada geração, os usuários ganham mais velocidade de conexão, downloads mais rápidos e internet mais estável.

O primeiro tipo de conexão dos celulares permitia apenas ligações, enquanto o 2G permitia voz, texto e navegação na internet, mas de forma limitada. A internet móvel começou a andar de verdade quando surgiu o 3G, na segunda metade dos anos 2000, permitindo velocidades de até 40 mpbs.

Presente em 5 mil municípios no país, o sinal 2G é a forma de conexão principal em alguns locais mais remotos do Brasil.

A rede 4G é a mais popular atualmente, presente em mais da metade dos aparelhos. Ela oferece velocidades superiores e permite que mais dispositivos se conectem ao mesmo tempo, sem prejudicar a estabilidade.

Com ela, a internet móvel se tornou tão potente quanto a fixa, tornando possível assistir vídeos, jogar online e fazer videochamadas de qualquer lugar, apenas tirando o smartphone do bolso.

Já o 4.5G é uma evolução do 4G, que utiliza o melhor dessa tecnologia para oferecer velocidades até 10 vezes maiores. Existem várias questões técnicas que diferenciam o 4G do 4.5G, mas explicando de forma bem prática, a internet móvel possui várias bandas de conexão, que são como “ruas” pelas quais o sinal é transmitido.

No 4G, o sinal é transmitido por apenas uma dessas ruas, enquanto o 4.5G combina várias delas para transmitir mais dados ao mesmo tempo, resultando em uma internet mais rápida.

O 5G, por sua vez, é uma nova geração, com uma tecnologia completamente diferente, que pode representar uma revolução na internet móvel.

O sinal 5G já está disponível?

Sinal 5G no Brasil

O primeiro sinal 5G disponível ao público geral foi lançado em abril de 2019, em algumas cidades da Coreia do Sul. Até agora, ele pega em poucos países do mundo, como China e Estados Unidos.

Enquanto isso, as fabricantes de smartphones começaram a comercializar os primeiros aparelhos compatíveis com a tecnologia também em 2019, com os principais lançamentos saindo agora em 2020.

Sim, você precisará de um novo smartphone para usar a internet 5G. Mas você não precisa correr para a loja trocar o seu aparelho. Isso porque a tecnologia ainda vai demorar um pouco para chegar em nosso país.

Para que as operadoras ofereçam o sinal 5G no Brasil, elas precisam “comprar” as bandas em leilões da Anatel. Esses leilões estão sendo organizados desde o ano passado, mas foram postergados sucessivamente, por uma série de discussões políticas e comerciais.

Agora, em fevereiro em 2020, o órgão finalmente publicou o edital com as regras definitivas para a implantação do 5G no Brasil. Entre elas, foram definidas as “bandas” em que o 5G vai funcionar e divisões geográficas entre as regiões. Quem arrematar o estado de São Paulo, com mais usuários, terá que levar o 5G também para a região Norte, que pode ser menos lucrativo para as empresas, por sua enorme área. Além disso, o edital exige que as operadoras continuem ampliando a cobertura 4G para mais regiões antes de implementar 5G. 

Com as regras definidas pela Anatel, o primeiro leilão do 5G deve ocorrer até o final deste ano. Assim, as operadoras começarão a implementar as redes com a nova tecnologia a partir de 2021. Os primeiros locais a receber o sinal dependem da estratégia de cada operadora e só poderemos ter certeza disso depois do leilão.

O que o sinal 5G muda, na prática?

O 5G oferece internet até 20 vezes mais rápida do que o 4G, um tempo de resposta menor (ou seja, menos espera para carregar um conteúdo), além de mais estabilidade para que milhares de dispositivos se conectem na rede ao mesmo tempo, sem prejudicar o sinal.

Contudo, essas mudanças não estão sendo criadas com o objetivo de melhorar nossa navegação nos smartphones. Para assistir vídeos, enviar mensagens e jogar online, o 4.5G é mais do que suficiente.

Para sentir alguma diferença com o 5G, só se você estiver baixando algum arquivo muito pesado, o que o demora alguns minutos, hoje em dia, e o 5G consegue fazer em segundos. Mesmo assim, baixar arquivos tão grandes no celular não é algo que a gente faz com frequência, né?

O 5G foi criado, principalmente, para tornar possível a internet das coisas (ou IoT, na sigla em inglês). Sabe a sua TV que virou Smart TV e ganhou muitas funcionalidades ao se conectar com a internet? Em breve, tudo na sua casa será smart: a geladeira que faz compras no mercado sozinha, as luzes, câmeras e dispositivos de segurança conectados o tempo todo com o smartphone…

Algumas dessas tecnologias já existem, mas elas dependem do 5G e de sua estabilidade para se tornarem mais populares. Além disso, uma das maiores diferenças conexão da quinta geração é a possibilidade das máquinas conversarem entre si, em tempo real, sem precisar que o sinal vá até um satélite e volte. Com isso, até mesmo carros inteligentes poderão se comunicar, para evitar acidentes.

Como ter o 4.5G no meu celular?

Voltando a falar de internet para o seu smartphone, como dito anteriormente, o 4.5G é mais do que suficiente para a maioria das situações do dia a dia, com diferença de qualidade ou velocidade apenas em casos específicos. Por isso, se você quer a melhor internet móvel no seu celular, essa é a tecnologia que você precisa procurar.

Para isso, você precisa de duas coisas: um smartphone compatível e um plano de internet móvel 4.5G. A maioria dos smartphones lançados nos últimos anos tem suporte a essa conexão: todos os iPhones a partir do 6s, Samsungs a partir do S8, assim como os Motorolas e LGs mais recentes.

Já os planos de internet 4.5G estão disponíveis em várias modalidades, de várias operadoras, bastando escolher aquele que cabe no seu bolso e mais combina com o seu perfil. A Claro, por exemplo, chamou atenção ao ser a primeira operadora a oferecer o 4.5G no Brasil, com velocidades até 10 vezes maior que as concorrentes com 4G.

A rede 4.5G da Vivo está disponível em 1500 cidades no Brasil e você pode conferir a área de cobertura no site da operadora. Vale a pena observar que você pode acessar a rede 4.5G em qualquer um dos planos Vivo: tanto o pré-pago, quanto o pós-pago, bem como os planos Vivo Controle, em que você paga um valor fixo para ter um pacote generoso de dados para usar durante o mês. 

Então, em resumo, ainda não existe 5G no Brasil e vamos precisar de alguns anos até que esse sinal esteja disponível em nossos celulares. Mas, enquanto isso, você já pode navegar rapidamente, usar redes sociais, jogar online e fazer tudo que quiser com o 4.5G. A diferença, na prática, é muito pequena para compensar a espera pelo 5G. Vale mais a pena comprar um chip novo e partir logo para o 4.5, caso o seu aparelho seja compatível.

Deixe um comentário