Review Creality Ender 3 S1

A Ender 3 S1 chega ao mercado brasileiro como sendo uma versão premium da linha Ender 3 que faz tanto sucesso por aqui. Conheça nossa review completa da Ender 3 S1 nas próximas linhas.

Review Impressora 3D Creality Ender 3 S1

Nota: 4,5/5
Impressora-3D-Ender-3-S1

Creality Ender 3 S1

R$ 1.699,00

Compre na Amazon

Pontos Positivos

  • Fácil de montar
  • Já vem com nivelamento automático
  • Impressões de excelente qualidade
  • Direct drive
  • Bom volume de impressão
  • Excelente qualidade de impressão

Pontos Negativos

  • Poderia vir com uma mesa de PEI
  • Tela poderia ser touchscreen
  • Preço salgado

Veredito Final: A nova queridinha: Super completa e fácil de usar!

As primeiras versões da Ender 3 da Creality se popularizaram muito aqui no Brasil e várias pessoas entraram no ramo da impressão 3D com uma delas. A Ender 3 S1 promete ser a nova queridinha do momento, já trazendo um conjunto de especificações e recursos que basicamente dispensam a necessidade de upgrades na impressora.

Panorama geral

A linha Ender 3 da Creality é sem dúvida uma das mais recomendadas para iniciantes no ramo da impressão 3D.

Mas mesmo sendo uma impressora de entrada indicada para quem está começando, isso não quer dizer que era fácil extrair o máximo da sua impressora.

Era necessário ter um bom conhecimento prévio e uma base técnica bem sólida para aproveitar bem a sua Ender e obter as melhores impressões com ela.

Ao longo dos anos tivemos incontáveis versões e variações da linha Ender 3, como a Ender 3 Max, Plus, Pro, V1, V2 e assim por diante.

E dentre tantas variações, a Ender 3 S1 foi anunciada no início de 2022 com uma proposta interessante: a de contar com tecnologias de ponta e recursos que muitas vezes só tínhamos acesso nas outras Ender’s 3 através de upgrades na impressora.

Dentre os recursos que vamos ver mais a fundo nesse artigo, podemos citar que esse modelo já vem com um nivelamento automático direto de fábrica, conta com o novo extrusor Sprite da Creality em conjunto com uma placa de 32 bits.

Especificações técnicas da Ender 3 S1

Tecnologia de impressãoFDM
Tamanho da impressora487 x 453 x 622 mm
Volume de impressão220 x 220 x 270 mm
Materiais compatíveisPLA, TPU, PETG e ABS
ExtrusoraSprite Direct Drive
Diâmetro do bico0,4 mm
Sensor de interrupção de filamento Sim
Temperatura máximaHotend: 260º C
Mesa: 100º C
ConectividadeWiFi, USB-C e Cartão SD
Mais detalhesVer especificações completas da Ender 3 S1
Especificações técnicas da Ender 3 S1 (Fonte: Creality)

O que vem na caixa?

Embalagem da impressora 3D é bem segura

Diferente do que vimos na Creality Sermoon V1, aqui a impressora não vem completamente montada dentro da caixa.

Dentro da caixa da Ender 3 S1 temos acesso a impressora, aos manuais de instrução, um pequeno rolo de PLA branco e um conjunto básico de peças e ferramentas para manutenção e montagem da impressora.

A impressora vem com todos os itens necessários para montagem

Junto no kit de acessórios para usar a impressora, temos também um cartão SD e um pendrive com leitor de cartão SD para que você possa plugar ele em seu notebook/PC e ter acesso a alguns vídeos curtos para auxiliar na montagem, bem como a uma pequena seleção de modelos já fatiados prontos para impressão.

Montagem da Ender 3 S1

Aprendemos rapidamente a como montar a Ender 3 S1

Seguindo a mesma linha que já vimos em outras impressoras 3D FDM da Creality, aqui a Ender 3 vem em basicamente 3 conjuntos, sendo elas:

  • A parte inferior ou base da impressora, onde temos os cabos pré-conectados e de forma geral, e é onde fica alojada a maior parte eletrônica da impressora.
  • O duplo eixo Z, que deve ser parafusado na base da impressora.
  • E demais itens adicionais como o suporte de filamento, o extrusor e a tela.

O primeiro ponto que nos deixou meio decepcionados foi o tamanho das letras do manual, que são extremamente pequenas e é quase necessário uma lupa para conseguir seguir as orientações.

Manual da nova impressora tem letras muito pequenas

Felizmente, é só abrir o cartão SD que vem com a impressora no computador e assistir a um vídeo de montagem para te auxiliar nesse processo.

A primeira coisa a se fazer é apertar 4 parafusos e prender o hotend no duplo eixo Z e após isso, fixar o duplo eixo Z na base inferior da impressora.

A parte debaixo da impressora vem pré montada e conforme orientado no vídeo de montagem que está dentro do cartão SD, é nela que você encaixa e parafusa o duplo eixo Z.

Com essa estrutura inicial da impressora montada, partimos para a instalação de alguns adicionais começando com a tela na lateral direita e depois com o suporte de filamento no topo da impressora.

Suporte de filamento e sensor de fim de filamento

Tendo executado esse processo, é hora de conectar os cabos seguindo as orientações do vídeo e pronto, já está tudo montado, bastando alterar a voltagem na parte traseira, ligar a impressora e começar a trabalhar com ela.

É um processo relativamente simples e levei 46 minutos e 45 segundos para estar com ela pronta para funcionar, mas como fui documentando e tirando fotos do processo, levei mais tempo do que normalmente levaria.

Tranquilamente dá para montar tudo em cerca de 20 a 30 minutos.

Estrutura e Design

A Ender 3 S1 é uma impressora 3D aberta ao “estilo Ender”. Ela tem uma estrutura em alumínio e plástico nas cores preto e azul escuro.

Sua estrutura é bem rígida e reforçada, com excelente estabilidade, sendo uma impressora 3D bem robusta e com bom acabamento, onde a Creality parece que se preocupou até nos mínimos detalhes em entregar um produto refinado e digno de ser chamado de premium.

A organização dos cabos é outro ponto que merece elogios pois é simplesmente excelente.

Todos os cabos da Ender 3 S1 tem seus respectivos locais e foram projetados para ter um design super clean mesmo, sem nada daquela aparência bagunçada com cabos pra todo lado que algumas impressoras 3D tinham uns anos atrás.

A manutenção e usabilidade também foi outro ponto que pelo jeito levaram bem em conta na hora de projetar essa impressora.

Temos um ajuste de tensionamento da correia tanto no eixo X quanto no Y e na parte traseira da impressora temos uma correia que tem o papel de sincronizar os dois motores do eixo Z.

Essa sincronização dos motores faz muita diferença pois em impressoras onde não temos essa correia para manter os dois trabalhando juntos, corremos um sério risco de prejudicar a qualidade das impressões quando os motores estão desnivelados.

A Ender 3 S1 tem um volume de impressão bem considerável, com seus 22 x 22 x 27 cm. Com esse tamanho é possível fazer peças realmente grandes. Isso a coloca um passo acima da Ender 3 V2, com 2cm a mais na altura máxima de impressão.

Mesa de impressão

A mesa de impressão da Ender 3 S1 é de aço do tipo flexível e com fixação magnética a plataforma de impressão.

O imã que prende a mesa na plataforma é realmente forte e é até difícil alinhar a mesa certinho com a plataforma após retirar ela de lá pois os imãs atraem muito, cumprindo seu papel com excelência.

Apesar de termos uma inclinação a trocar a mesa de nossas impressoras por vidro por ele entregar um melhor acabamento, as impressões aderem muito bem à mesa e esperamos que isso dure por bastante tempo.

Como as impressões acabam fixando super bem a mesa, ela ser flexível é um ótimo agrado na hora de retirar suas impressões quando prontas, pois ajuda no processo mas ainda não resolve o problema.

Um exemplo disso é essa moeda da Ender. O modelo gcode dela vem no cartão SD da impressora e apesar da impressão ter ficado boa, ela aderiu tão forte na mesa que foi necessário pegar uma espátula para conseguir retirar ela.

Outra coisa que realmente me incomodou foram as molas abaixo da mesa.

Mesmo a impressora contando com nivelamento automático, não entendi a necessidade de manter as porcas de nivelamento.

Nesse ponto, a Creality poderia ter simplesmente utilizado a mesma estratégia que já aplicou na Creality CR-6, onde retirou essas porcas e manteve uma estrutura sólida.

Pelo menos essas porcas são grandes, fáceis de utilizar e contam com escritas indicando o lado que faz a mesa subir e descer, o que ajuda na hora de nivelar a impressora.

Além disso, elas também contam com as famosas molas alaranjadas, que são mais duras e resistentes que as que vem em impressoras mais modestas como a Ender 2 Pro por exemplo.

No quesito temperatura, a mesa da Ender 3 S1 aquece até 100 graus, mas provavelmente poderia chegar até 110 graus através de alguma alteração no firmware.

Conjunto Extrusor e Hot End

Ligado apenas por um único cabo e acoplado tudo em uma única peça, temos: o extrusor, o hot end, o CR Touch responsável pelo nivelamento e os fans para resfriamento do hotend e das peças durante a impressão.

A Creality informa que a extrusora Sprite é extremamente leve e pesa cerca de 210 gramas, mas como podem ver na foto o conjunto todo pesa 317g.

Ainda assim é um kit extremamente leve e fácil de instalar e de dar manutenção, já que retirando apenas 4 parafusos você já pode retirar ele do lugar.

Inclusive, utilizando esses mesmos 4 parafusos, é possível instalar um módulo a parte para fazer gravações a laser. Esse módulo é vendido a parte mas tem uma proposta interessante e reforça ainda mais a versatilidade da Ender 3 S1.

Esse modelo já faz uso da tão renomada extrusora Sprite da Creality, que promete ser compatível com vários filamentos e entregar uma melhor qualidade de impressão.

Por ser uma impressora que já utiliza a tecnologia direct drive, o filamento vai do extrusor direto pro bico, eliminando a necessidade daquele tubo PTFE das impressoras do tipo Bowden… ou pelo menos, quase eliminando.

Mesmo sendo do tipo direct drive, ainda temos a presença de um pequeno tubo de PTFE dentro do conjunto, ao contrário do que temos na S1 Pro, onde temos um conjunto inteiro de metal.

Esse pequeno tubo de PTFE pelo nosso ponto de vista deveria ser removido, visto que ele limita um pouco o uso da impressora no quesito temperatura.

A Creality poderia muito bem ter deixado padronizado tanto na S1 quanto na S1 Pro a utilização de um conjunto all metal.

Um outro ponto que queremos abordar já que estamos falando do conjunto todo é no quesito resfriamento.

A refrigeração das peças é um ponto onde a impressora deixa a desejar: o fan (ou cooler) é bom, tem um bom posicionamento e boa angulação, mas infelizmente ele é apenas um.

Por ser uma impressora considerada premium dentro da linha Ender 3, esperávamos ver pelo menos dois fans para resfriar as peças, já que isso tem um impacto direto na qualidade das impressões obtidas com ela.

Tela e Software da Impressora

A Ender 3 S1 conta com uma tela LCD de 4,3 polegadas e utiliza a mesma interface da Ender 3 V2.

O sistema é bem simples, fácil de utilizar e não tem grandes diferenciais. A UI é bem clean e não apresenta grandes diferenciais, conseguindo exibir uma boa quantia de informações importantes como a temperatura atual da mesa, do hot end, a posição X, Y e Z em tempo real, entre outras informações.

Para navegar pelos menus e opções, é utilizado o botão giratório abaixo da tela. Pessoalmente eu até prefiro um botão físico para esse fim, mas tem quem goste mais de modelos com touchscreen.

Esse botão físico é bem útil para regular coisas como o Z Offset, a temperatura ou ainda a velocidade dos fans da impressora pois deixa o processo mais ágil e fácil.

O menu não contar com nenhuma opção de troca de filamento me causou certa estranheza nas primeiras vezes ao utilizar a impressora, mas o processo para trocar o filamento é bem simples, bastando aquecer a impressora (ou dar pause na impressão em andamento) e, com ela ainda quente realizar a troca.

Um recurso legal que gostamos nesse modelo é o escurecimento automático da tela, que deixa a tela mais escura após 5 minutos sem utilizar ela.

Quanto aos softwares de fatiamento compatíveis com a Ender 3 S1, temos o Cura, o Creality Slicer (que nada mais é que uma versão customizada do Cura) e o Prusa Slicer.

Apesar de todos funcionarem bem, estamos nos aperfeiçoando em utilizar o Prusa Slicer por aqui.

Nivelamento

Com um nivelamento automático usando o CR-Touch (é um “BL-Touch melhorado da Creality”), a impressora faz uma verificação em 16 pontos da plataforma de impressão.

Apesar de esse quase sempre ser um processo lento, ficamos felizes em ver que quando o CR Touch nivela um ponto, a viagem até o próximo ponto é relativamente rápida, coisa que outras marcas acabam deixando em uma velocidade bem mais baixa, o que deixa o processo todo ainda mais lento e demorado.

Vale comentar também que para quem achou que ao comprar a Ender 3 S1 ia se livrar de vez de precisar nivelar a mesa da impressora, sinto em informar que errou.

Como comentei alguns parágrafos acima, logo abaixo da plataforma de impressão a Creality optou por manter as porcas de nivelamento e portanto…. sim, você ainda precisará fazer um nivelamento manual.

É recomendável fazer um nivelamento manual logo que a impressora chegar e tentar deixar o mais perfeito possível pois apesar do CR-Touch conseguir mapear bem a mesa e formar um mesh que tem a proposta de compensar a altura da impressão em diferentes pontos, ele não faz milagre então se a mesa estiver muito desnivelada, nem ele será capaz de salvar suas impressões de sairem com defeito.

Após o nivelamento manual, basta executar o nivelamento automático e por fim ajustar o Z-Offset, que é a altura que o bico ficará da mesa. Tendo feito isso, sua impressora está pronta para começar a trabalhar.

Conectividade

A conectividade da Ender 3 S1 é um outro ponto que nos agradou bastante.

O primeiro agrado veio por conta dela permitir a utilização do cartão SD em tamanho normal, evitando o uso de adaptadores para MicroSD ou coisas do tipo.

Apesar de ser sincero e assumir nunca ter utilizado a conexão, a Creality incluiu uma porta USB-C para que você possa conectar seu computador ou notebook e enviar as impressões por ali caso achar necessário.

Desempenho

Utilizando uma placa de placa 32 bits com stepper drivers silenciosos, essa é de longe a impressora aberta mais silenciosa que já testamos por aqui, chegando bem próximo de bater até mesmo a Sermoon V1, que é uma impressora fechada.

Seu ruído de operação enquanto está imprimindo ficou em 53,7 dB, um resultado excelente que a coloca bem próxima dos 49,9 dB que a Sermoon V1 possui.

Partindo para o seu tempo de aquecimento, a Ender 3 S1 obteve os seguintes resultados:

Hot end

  • 200º C: 1 minuto e 5 segundos
  • 240º C: 1 minuto e 23 segundos
  • 260º C: 1 minuto e 55 segundos

Mesa de impressão

  • 60º C: 1 minuto e 40 segundos 
  • 80º C: 3 minutos e 11 segundos
  • 100º C: 5 minutos e 20 segundos

Claro que não poderíamos deixar de comentar de alguns itens adicionais que tornam a utilização da Ender 3 S1 ainda melhor.

Um deles é o sensor de filamento que apesar de acharmos um pouco estranho ele ficar “todo solto” ele assume a função de verificar se o filamento acabou ou se ocorreu algum rompimento.

Caso encontrar algum problema, a impressão é pausada para que você verifique o que pode ter ocorrido e faça a troca do filamento caso necessário.

A impressora ainda conta com o recurso de recuperação de impressão em caso de queda de energia.

E para quem é fã de organização, a Ender 3 S1 também possui uma gaveta na parte frontal e para a alegria de todos, ela está maior do que nunca.

A gaveta está realmente grande e é um ótimo local para guardar as chaves Allen, bicos e peças extras para reposição por ficar bem seguro e ser de fácil acesso.

Ender 3 S1 vs Ender 3 S1 Pro: Quais as diferenças mais marcantes?

Junto da Ender 3 S1, a Creality também anunciou a S1 Pro, uma versão com sutis diferenças para o modelo original.

Dentre essas diferenças, podemos citar:

  • A tela, que diferente da S1 normal, agora é touchscreen (mas infelizmente não é removível);
  • A impressora vem com uma barra de LED e um puxador para a mesa.
  • A mesa da impressão é de PEI.
  • Conjunto extrusor/hotend é todo em metal (all metal)

Dentre todas essas diferenças, a que realmente tem um peso mais significativo é o conjunto extrusor/hot end ser confeccionado inteiramente em metal, pois isso afeta diretamente a qualidade das suas impressões.

Os demais itens ao meu ver deveriam ser vendidos como acessórios opcionais.

Em outras palavras, se conseguir encontrar a Ender 3 S1 com um preço mais acessível ou bem semelhante a Ender 3 S1 normal, vale a pena pagar apenas se essa diferença não for muito significativa.

Imprimindo na Ender 3 S1

Com um conjunto bem moderno de especificações, a impressora tem tudo para entregar ótima qualidade nas suas impressões.

Você confere nossos testes abaixo:

Impressões pequenas e flexíveis

Utilizando PLA branco da Creality (no coelho, benchy e no gatinho), PLA VSilk Pérola da Voolt3D (no dragãozinho a direita) e PETG verde limão translúcido para o dragão flexível atrás.

Todos os modelos saíram com boa qualidade de forma geral, com a impressora lidando bem com overhang, mas a retração não estava configurada adequadamente e deixou strings no dragão flexível em PETG.

Foguete colorido

O foguete foi nossa maior impressão (após montado), beirando os 40 centímetros.

Sua base foi impressa em PLA VSilk Pérola da Voolt, as bases e o bico em PLA Azul da 3D Fila, as janelas em PLA Azul Oceano Translúcido também da VOOLT e as partes em preto com o filamento CR-PLA Black da Creality.

As janelas foram impressas em modo vaso e o filamento translúcido conseguiu manter bem os detalhes mas tivemos problemas com a costura dessa peça, que poderia ter sido melhor posicionada.

Quanto as outras peças, testamos o uso de suportes e tudo ocorreu bem, ficou uma peça bem bonita e com boa qualidade.

Stitch

Utilizando o mesmo filamento Oceano translúcido, mas dessa fez com um infill de 10%, o Stitch ficou uma peça bem bonita e com seu preenchimento aparecendo na peça deu um charme extra.

Ajustamos a retração nessa peça e não tivemos strings dessa vez.

Barad Dur Tower of Sauron

Disparadamente a nossa impressão mais longa na Ender 3 S1, ultrapassando pouco mais de 95 horas e ficando com pouco mais de 32cm de altura.

Utilizamos o filamento preto da Creality e a peça ficou extremamente detalhada, realmente impressiona o nível de detalhes dos tijolos do castelo e das curvas super suaves e lisas da montanha atrás da torre.

Calidragon

Também impressa em modo vaso utilizando um filamento PLA na cor Cobre Metálico, o Calidragon é impresso sem suportes e tem o papel de testar alguns parâmetros da impressora.

De forma geral, esse modelo foi impresso utilizando o máximo da altura da impressora, ficando com exatos 27cm de altura e apresentando um bom nível de detalhamento.

T-Rex Baby

O bebê T-rex foi uma impressão em que utilizamos o fatiado Creality Slicer com as configurações de suporte todas no padrão.

Era um modelo com muito suporte e a configuração padrão não atendeu nada bem, com suportes muito densos e difíceis de serem removidos. Tão difíceis que para retirá-los , o dinossauro ainda acabou ficando sem os dois braços.

Veredito Final: Vale a Pena Comprar a Creality Ender 3 S1?

A Creality Ender 3 S1 sem dúvida alguma é uma excelente impressora e essa versão traz várias melhorias com relação aos seus modelos anteriores da linha Ender 3.

Com um conjunto extrusor/hot end de qualidade premium, um volume de impressão bem considerável e uma construção bem robusta e estável, nós recomendamos demais a Ender 3 S1.

Com ela você será capaz de fazer impressões 3D com qualidade excepcional e testar em primeira mão algumas das tecnologias de ponta desenvolvidas pela Creality.

Apesar do seu preço estar um pouco mais alto do que gostaríamos no momento, acreditamos que ele venha a dar uma estabilizada no decorrer dos próximos meses.

Giordano Berwanger
Criador de Conteúdo
Especialista em:
Tecnologia em geral
Notebooks
Celulares
Formação acadêmica:
Engenheiro de Computação pela UTFPR
Engenheiro de computação apaixonado por tecnologia e especialista em gadgets. Além de criar conteúdo informativo, ele também faz reviews de produtos em diversas plataformas como Instagram, YouTube e TikTok. Com um amor genuíno pelo que faz, Giordano se destaca não apenas em sua expertise técnica, mas também em sua vontade de ajudar os outros. Fora do âmbito profissional, ele é um entusiasta de tênis de mesa e jogos de tabuleiro. Sua abordagem engajada e apaixonada o faz um comunicador eficaz no mundo tech.
Deixe um comentário